2 de julho de 2013

Com R$ 15 mil em prêmios, 30ª Violeira “Rose Abrão” recebe inscrições até 23 de julho

Fase classificatória passará por Americana, Araçatuba e Guaíra; realização é da AGCIP e Os Independentes, através da Secretaria da Cultura do Estado de SP

Estão abertas, até o dia 23 de julho, as inscrições para a 30ª Violeira Rose Abrão. Trata-se do mais antigo e importante festival de música raiz que se tem notícia. A Violeira é conhecida em todo Brasil por manter em sua essência a tradição e a cultura caipira, além de revelar novos talentos da música raiz.

Entre os importantes nomes que já passaram pelo festival estão: Rionegro & Solimões, Zé Henrique & Gabriel, Durval & Davi, Zé do Cedro & João do Pinho, Gedeão da Viola, Edmauro e Edivaldo (Violeiros da Amazônia), Itamaracá, entre outros. O regulamento completo e ficha de inscrição estão disponíveis aqui.

As músicas inscritas – que necessariamente precisam ser inéditas – serão avaliadas e as selecionadas participam das etapas classificatórias que neste ano acontecem em Americana/SP, no dia 2 de agosto, Guaíra/SP, no dia 9 de agosto e Araçatuba/SP no dia 10 de agosto. A Grande final será em Barretos/SP, no dia 14 de agosto.

 

violeira1

Fechando a edição passada, Renato Teixeira abrilhantou uma noite recheada de atrações caipiras

Especial

Revelado nos “palcos” da AGCIP, o violeiro e cantor Guilherme Tenório será uma das atrações nas classificatórias da 30ª Violeira Rose Abrão. O músico fará shows nas etapas classificatórias.

Com um repertório que contempla grandes sucessos da música raiz, Guilherme Tenório mostrará seu talento na viola. O músico é presença confirmada também nas atrações culturais da Festa do Peão de Barretos.

Atualmente cursando Música, com ênfase na viola caipira na USP Ribeirão Preto, Guilherme é o primeiro violeiro a integrar uma Orquestra Sinfônica; dentre suas muitas aparições em rede nacional, a mais recente é a no programa Globo Rural, no dia 25 de junho.

violeira2

Gui Tenório, em revista Culturando, publicada pela AGCIP

Viola obrigatória

Para a Violeira “Rose Abrão” são inscritas anualmente em média 250 canções, todas enviadas para a Comissão Organizadora que avalia a qualidade e a originalidade das composições. Podem participar compositores e intérpretes, amadores e profissionais. O Festival contempla apenas as categorias duplas e trios e as músicas de moda de viola deverão ser todas no estilo raiz, com letra e melodia inéditas e originais.

É obrigatória a apresentação com uma viola de 10 cordas, para manter a tradição e as raízes da genuína música sertaneja. O concurso é promovido pela Secretaria do Estado da Cultura, através de emenda parlamentar do deputado Antonio Mentor, pela AGCIP (Associação de Gestão Cultural do Interior Paulista) com apoio de Os Independentes.

Maiores informações no e-mail agcip@ig.com.br ou no tel (16) 3241-2641.

Homenagem

A grande homenagem da Violeira será para Wilson Garcia, o “Bezerrão”, organizador de 27 das 29 edições do festival caipira, que nos deixou no ano passado.

violeira3

Saudoso Wilson Garcia “Bezerrão”, em foto de Aquino José

Comentários