13 de maio de 2014

Com Netinho, AGCIP debate ações e promove debate sobre o negro

Exposição e homenagens integram abordagem sobre negritude;
artista e vereador virá à cidade para debates e feijoada

Perto do 13 de maio, onde se “comemora” a Abolição da Escravatura – e todas as contradições do ato – a Associação de Gestão Cultural no Interior Paulista “Prof. Gilberto Morgado” debaterá questões ligadas à negritude.
O evento acontece hoje, 16 de maio.
Aos associados da AGCIP os trabalhos começam às 15h, com eleição da entidade, além do acompanhamento e planejamento das ações para o ano.
A partir das 18h, é a vez do ator, cantor e, atualmente, vereador de São Paulo, Netinho de Paula, colaborar com um bate-papo sobre políticas públicas voltadas aos negros.
Na ocasião, a AGCIP abrirá a temporada 2014 da Exposição Fotográfica Itinerante Negro Interior Paulista.

Expo
A Exposição Itinerante Negro Interior fundamenta-se no resgate histórico e cultural do negro na formação da base da cultura paulista.
Trata-se de fotos que retratam os negros, nas mais diversas atividades, abordando sua importância tanto no contexto social como cultural.
O material que a compõe é colhido junto à população de cada cidade que recebe a exposição, que já itinerou por todo o estado em parceria com o Sistema Estadual de Museus (SISEM).

f1 f19 2014 
Modelo de convite da Expo, quando esteve
em Praia Grande

Homenagens
Na ocasião, Monte Alto terá representantes negros no debate: o jornalista Benê Abreu e a professora Teresinha Alves de Souza Soares, hoje supervisora regional de ensino do Estado (regional de Jaboticabal).
De Matão virá o multi-artista Elio Floriano. Sueli Fernandes, de Barretos, protocolará com Netinho um estudo sobre o preconceito em livros didáticos, com o qual concluiu seu mestrado na Universidade Federal de São Carlos – UFSCar.

Afro
Ao fim dos trabalhos, a noite contará também com dois elementos de herança afro-brasileira: uma saborosa feijoada e o som de base “black” da banda montealtense Antes de Ontem, que trabalha com música brasileira e autoral.
 O evento é gratuito; somente a feijoada terá custo: quem ficar para “a janta”, pagará R$ 10.

f2 f19 2014

Comentários