18 de outubro de 2010

AGCIP busca berço do Hip Hop

AGCIP vai a SP em busca do berço do Hip Hop

Viagem ainda certou detalhes de parcerias culturais e uma possível novidade para o esporte

Em busca de eventos culturais do Dia da Consciência Negra, celebrado em mais de 70 municípios do estado, a equipe de Reportagem da AGCIP – Associação de Gestão Cultural no Interior Paulista “Prof. Gilberto Morgado” esteve em São Paulo.
Na capital paulista, foi ao Sesc Consolação, onde rolou o evento “Do Soul ao Hip Hop”, reunindo grandes nomes dos elementos da “cultura de rua”.

O grande destaque é o dançarino de soul Nelson Triunfo, um dos pivôs da chegada, ao Brasil, do movimento Hip Hop, desde as ruas de São Paulo para o mundo.

Nelson estará na capa da 6ª Edição da Revista Culturando, a ser lançada no dia 19 de dezembro, no Clube Mogiana, em Sertãozinho.

O pernambucano Nelson destacou, em entrevista concedida aos montealtenses Edemilson “Sete”, Daniel Tercino e Luiz Felipe Nunes, que para ele muito do nosso Hip Hop vem do próprio Brasil. “Não houve o devido reconhecimento, mas a embolada é rum ritmo perfeitamente parecido com a música do Hip Hop, o RAP. Assim como nosso baião, do grande Luiz Gonzaga, é grande influência para o Reggae”, destaca.

Além de Triunfo, o grupo de RAP Matéria Rima mostrou seu excelente trabalho, assim como os tradicionais grupos de dança de SP, remanescentes dos anos 80, como o Back Spin Crew, além do Tsunami Crew e Die Hard Crew.

Também, no palco, Tiaguinho Beat Box, especialista em criar e reproduzir músicas usando como instrumento sua boca. Faz voz, acompanhamento e batida de forma impressionante; por isso mesmo, acabava de chegar de uma turnê pela Europa.
Representando a música, marcaram presença os DJs Davi e Tano. No graffiti, Binho Ribeiro e cia.

“Nelson Triunfo é mais do que ícone do Hip Hop. Ele é a prova viva da resistência de um movimento social através da cultura. Merece o respeito do Brasil e será a capa da nossa Culturando”, destaca Felipe Nunes, que edita a revista.
“Conseguimos, através da Culturando, abranger as mais diversas formas culturais que perpassam nosso interior paulista. A revista acompanha o crescimento e representatividade de nossa Associação”, destaca Sete, presidente da AGCIP.

Conquistas

Ainda em SP, a AGCIP teve a confirmação, através do deputado estadual Vicente Cândido – presidente da Comissão de Cultura da Assembléia Legislativa de SP, do repasse de R$ 300 mil para a associação, em 2009.

Em foco, projetos como as Mostras Regionais de Talentos — que nesse ano, foram oito, privilegiando também novas cidades associadas, como Cosmorama.
Convidada pela representação do Ministério da Cultura em São Paulo, a AGCIP esteve com o MinC debatendo participação nos Pontos de Cultura, projeto em parceria com o Estado para oficinas culturais no Interior e Capital.

Por fim, foi dado início a um projeto, junto a uma grande entidade esportiva de SP, que pode frutificar em um salto para o esporte no interior.

Comentários